k1veiculos@hotmail.com

ampliar

A Honda confirmou que o PCX Hybrid, apresentado no Salão de Tóquio do ano passado, começará a ser produzido em série e vendido no Japão a partir do próximo mês de setembro. O modelo é o primeiro scooter com motorização híbrida produzido em série no mundo.

Criado pela própria Honda, o sistema híbrido do PCX transforma o motor de partida em um motor elétrico auxiliar, alimentado por uma bateria extra de íons de lítio de grande capacidade. Esse auxílio ao motor de 125 cc (a gasolina) faz com que o PCX híbrido tenha uma resposta mais rápida do acelerador e desempenho superior se comparado aos scooters convencionais de mesma capacidade. A "ajuda" ao motor dura cerca de quatro segundos e oferece mais torque nas arrancadas; variando de acordo com a abertura do acelerador.

Na prática, é como se o motor de partida do PCX desse um "empurrãozinho" para o motor a gasolina por alguns segundos. De acordo com a Honda, a nova tecnologia faz com que o sistema "Idling Stop", que já equipa o PCX e o desliga em paradas mais longas, é acionado em tempo menor do que no modelo convencional, fazendo com que o motor volte a funcionar com mais rapidez. 

O PCX Hybrid tem dois níveis de assistência do motor: o modo “D” proporciona uma condução confortável com assistência moderada e grande economia de combustível, e o modo “S” fornece assistência mais forte para um passeio mais esportivo. Segundo informações da Honda, o PCX híbrido roda 55 km/litro com dois ocupantes a uma velocidade de 60 km/h.

Vem para o Brasil?

O PCX Hybrid já traz o visual da nova geração do scooter, que tem todas as luzes de LED e linhas mais arredondadas. Outra novidade incorporada à versão híbrida é o sistema Smart Key e o freio ABS na roda dianteira. 

A nova bateria de íons de lítio foi acomodada na parte de trás do compartimento embaixo do banco; enquanto a unidade de controle da bateria e do motor elétrico está instalada no escudo dianteiro. De acordo com a fábrica japonesa, a bateria não comprometeu a praticidade do modelo e ainda é possível guardar um capacete fechado no espaço sob o assento.

No Japão, a Honda projeta vender 2.000 unidades por ano do PCX Hybrid, que irá custar 432.000 ienes, ou cerca de R$ 14.800 – o PCX 150 convencional custa 373.680 ienes (R$ 12.800). Consultada, a Honda Brasil afirmou que "sempre está atenta às oportunidades, mas atualmente não há planos de comercializar o modelo no País".

 

Mais fotos
Clique na foto para ampliar